Planejando curtir as férias ou o feriado prolongado em algum lugar diferente, mas não sabe por onde começar? Está em dúvida quanto aos destinos e um pouco incerto no que se refere à preparação dos roteiros? Independentemente do que for sua preocupação, preparamos este artigo para apresentar algumas dicas sobre como organizar uma viagem.

Seja no Brasil, seja no exterior, é importante que você tome determinados cuidados para evitar problemas e imprevistos . Do contrário, eles podem colocar toda a sua experiência a perder.

Confira este passo a passo com os principais pontos a considerar ao preparar-se para sua próxima viagem.

1. Confira quais são os documentos necessários

Ao organizar uma viagem, fique atento à localidade. Se a viagem pretendida for para algum dos países do Mercosul, o RG já será o suficiente para liberar a sua entrada. Porém, a atenção aqui deve ser para a data de emissão da carteira de identidade, que não pode ser superior a dez anos.

Para os demais países, será obrigatória a apresentação de um passaporte válido. Nesse caso, é preciso verificar também a questão dos vistos. Cada país tem as suas próprias regras, portanto, pesquise. E em hipótese alguma perca os documentos, especialmente o passaporte.

Quando chegar ao seu destino, as recomendações são duas: uma é guardá-los em uma “doleira”, um tipo de pochete que fica escondida sob a camiseta. A outra é tirar cópias e nunca andar com os documentos originais.

Certifique-se de que eles estarão seguros no local em que você estiver hospedado. Se optar por um hotel, é provável que estarão, contudo, hostels ou albergues com quartos compartilhados podem não ser tão confiáveis. Veja na recepção se há algum guarda-volumes que pode ser trancado e acessado só por você.

2. Reserve as passagens e estadias o quanto antes

Não pense em deixar tudo para a última hora, especialmente as passagens e estadias. Assim que decidir para onde ir, faça as suas reservas o quanto antes.

Além de conseguir melhores preços, dificilmente você encontrará problemas em relação à falta de opções.

3. Contrate um seguro viagem

Nos casos de viagens internacionais, contratar um seguro viagem não só é uma boa ideia, como obrigatório em vários países. Se, porventura, você adoecer ou necessitar de qualquer apoio médico/hospitalar, esse serviço se responsabilizará por todos os custos.

Cabe salientar que em países como Estados Unidos, Canadá, Austrália e integrantes da União Europeia, o custo relacionado à saúde (consultas, medicamentos e diárias em hospitais, por exemplo) é muito alto — mas muito alto mesmo! Sendo um estrangeiro que não tem plano de saúde local, o seguro é a sua a salvação.

4. Verifique se há indicações de vacinas

Países da África e do Caribe (não todos) e algumas regiões do Brasil recomendam que o turista seja vacinado contra algumas doenças antes de entrar no território. Se a sua intenção é partir para lugares como esses, não se esqueça de verificar quais vacinas tomar.

Para a África do Sul, por exemplo, você só conseguirá embarcar se tiver em mãos o Certificado Internacional de Vacinação. Confira todas essas informações no site da Anvisa.

5. Faça o check-in com antecedência

Não espere para pegar filas nos balcões dos aeroportos: providencie a sua partida pela internet. Fazendo isso, você evita que um atraso causado pelo trânsito ou qualquer outra circunstância resulte na perda do voo.

Para concluir, lembre-se de levar dinheiro em espécie e um cartão de crédito. Para viagens internacionais, não é preciso nem falar que o seu cartão tem que ter bandeira internacional, certo? Mesmo assim, confira com seu banco se há necessidade de habilitação do uso no exterior.

Quanto ao dinheiro, você pode trocar o Real pela moeda local aqui no Brasil ou lá no destino, como preferir. Planeje-se para ter pelo menos uma quantia inicial para pegar um táxi no aeroporto ou cobrir qualquer custo menor.

Gostou das nossas dicas para organizar uma viagem? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro de mais informações e novidades!

Escreva um comentário