Menu de festa de casamento: está aí um dos aspectos mais importantes da celebração e que por isso merece toda a sua atenção! Antes de dizer o “sim” no altar, os noivos têm a responsabilidade de garantir a satisfação dos seus convidados no que se refere às delícias que serão servidas.

É por essa razão que a escolha do cardápio não pode ser feita de qualquer maneira. Nesse processo, é fundamental combiná-lo com o estilo da festa, procurando oferecer opções que possam agradar a todos. Queira você ou não, não se pode negligenciar essa parte. Até porque servir “qualquer coisa” pode resultar no fracasso da festa. Embora o casamento seja seu, lembre-se de que ele também é para os seus convidados.

Em vista disso, mostraremos a seguir 4 conselhos para escolher o menu de festa de casamento. Continue a leitura e aproveite.

1. Combine o menu com o estilo da festa

Como acabamos de falar, o menu deve combinar com o estilo da festa. Para casamentos realizados em fazendas, um cardápio com comidas típicas e até mesmo rústicas é uma ótima ideia. No entanto, caso o evento seja comemorado em uma praia, opções com frutos do mar e saladas frescas não podem faltar. De modo geral, o menu precisa ser saboroso e acessível, proporcionando o máximo de praticidade ao servir.

2. Alinhe o cardápio com a época do ano

Outro ponto a considerar quanto à escolha do menu de festa de casamento é a época do ano. No verão, a dica é um cardápio com pratos mais leves e refrescantes, não se esquecendo de harmonizá-los com as características da festa.

No inverno, o recomendado é optar por pratos mais quentes. Cremes, caldos, massas e carnes ao molho como o de vinho servem como exemplos. Ao contratar uma equipe de gastronomia para eventos, peça sugestões e analise as opções apresentadas, levando em consideração as pessoalidades dos seus convidados.

3. Considere a diversidade dos pratos

Para amenizar o problema relacionado aos paladares, ofereça pratos variados. Isso é importante porque, em uma lista de convidados, é natural que restrições alimentares apareçam.

Enquanto algumas pessoas podem ser vegetarianas, por exemplo, outras simplesmente não gostam de uma determinada comida. Agradar a todos não é uma tarefa fácil, porém, ao diversificar o cardápio, a chance de que alguém saia insatisfeito é muito menor.

Nesse contexto, não se pode esquecer, em hipótese alguma, de especificar o menu com as informações referentes aos pratos.

4. Avalie qual é o formato mais adequado

Não menos relevante está o formato no qual as comidas serão apresentadas. O buffet franco-americano é um dos mais utilizados, pois possibilita a cada convidado escolher exatamente o que deseja, na entrada, no prato principal e na sobremesa. Prático e eficaz!

O modelo “à Inglesa” também é muito comum, que remete ao serviço “à la carte” dos restaurantes. Outro é o “à francesa”, em que os garçons passam de mesa a mesa oferecendo diferentes tipos de comida, uma espécie de rodízio de pratos.

Por último, é interessante que você saiba que, apesar de não existir uma regra, um menu de festa de casamento costuma ter uma ordem. Uma configuração coerente é iniciar nas entradas frias, passar para as entradas quentes, pratos principais e, por último, as sobremesas. Em relação às opções de comida para cada etapa, procure seguir as orientações acima e não se esqueça de considerar a experiência da equipe responsável pelo serviço.

Gostou deste artigo? Então siga e acompanhe as nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn, Twitter e YouTube!

Escreva um comentário