fbpx

Reformar a casa e modernizar o ambiente é uma ótima forma de valorizar um imóvel, trazer mais bem-estar e conforto. Porém, em certas ocasiões, não sabemos por onde começar. Assim, sugerimos que comece pelos banheiros. Você já conhece a pia esculpida, sinônimo de requinte e sofisticação?

Ao longo deste post, falaremos de alguns modelos, como e onde a pia esculpida pode ser usada e muito mais. Continue com a gente, conheça essa tendência e veja por onde começar a tão esperada reforma em sua casa!

O que é uma pia esculpida e por que ela está em alta no mercado?

O mercado de arquitetura e decoração está em constante evolução, sempre trazendo novidades para aumentar o grau de beleza, conforto e sofisticação de um ambiente. Uma das tendências atuais é a pia esculpida, principalmente devido a sua versatilidade e maior possibilidade de personalização.

Ela nada mais é que um modelo feito com o próprio material da bancada, ou seja, não existe uma cuba separada e tudo fica integrado em uma única peça. Ela pode ser feita de diferentes materiais, sendo que cada um é mais recomendado para determinados ambientes. Vamos conhecer alguns?

Que materiais costumam ser usados e em que ambientes?

Uma pia esculpida pode ser feita de um único material ou integrando vários. Os mais comuns são:

  • mármore;
  • granito;
  • porcelanato;
  • madeira;
  • nanoglass e marmoglass;
  • silestone.

O mármore é um dos materiais mais usados e que traz a maior sensação de requinte, principalmente devido a sua suavidade, em especial quando são usadas peças mais lisas. Como desvantagem, destacamos o custo, que pode ser salgado. O granito, por outro lado, é relativamente barato e também dá certa elegância ao ambiente.

Dois materiais que estão aparecendo mais são a madeira e o porcelanato, cada qual com uma característica específica. Enquanto a pia esculpida e revestida traz um ar de modernidade, a versão orgânica é mais rústica. Opções industrializadas como o nanoglass, marmoglass e silestone também são uma boa pedida, principalmente para quem procura por discrição ou cores mais fortes.

A pia esculpida é mais utilizada em banheiros e nos lavabos, mas ela pode agregar a qualquer ambiente. Só é preciso ter atenção às restrições em relação ao material. O mármore e a madeira, por exemplo, devem ficar preferencialmente em ambientes internos, enquanto o porcelanato pode ser usado em qualquer local.

Quais são os tipos de pias esculpidas existentes e como limpá-las?

Existem basicamente dois tipos de pias, a cuba esculpida em rampa e a com fundo reto. O primeiro modelo é mais requintado e traz modernidade ao ambiente, mas sua limpeza pode ser complicada devido ao difícil acesso ao ralo. A higienização deve ser feita com detergente neutro ou com um produto específico para o material usado.

Já a pia com cuba reta, embora seja muito bonita, não tem a graciosidade do modelo em rampa, mas a sua limpeza é bem mais simples. Existem ainda as versões com tampo removível, que facilitam bastante na hora da higienização. Apenas se atente ao fato de que os materiais usados costumam ser quebradiços e precisam de muito cuidado ao serem manuseados.

Como decorar e harmonizar o ambiente que tem uma pia esculpida?

Para deixar o ambiente ainda mais bonito e elegante, você pode apostar em revestimentos para as paredes combinando com o material da pia, ou até mesmo nela. Ladrilhos coloridos e porcelanatos com textura costumam ser uma boa opção, bem como o uso de iluminação indireta.

Integrar materiais diferentes também é uma ótima ideia e agrega ainda mais beleza ao ambiente. Uma pia de porcelanato em tom mais claro, por exemplo, combina harmoniosamente com prateleiras e adereços em madeira escura, ou até mesmo com outros revestimentos.

Independentemente do modelo ou material usado na pia esculpida, o importante é ousar e deixar o local com a sua cara, caprichando nos detalhes. Escolha bem entre as diversas opções disponíveis e comece a reforma do seu banheiro e da casa, afinal, não há nada melhor que um ambiente confortável e agradável aos olhos.

Gostou deste post? Então, aproveite para saber também o porquê dos pendentes estarem em alta e como usá-los na decoração de casa!

Escreva um comentário