fbpx

Se você está convencido de que o consórcio é a melhor opção para adquirir um bem ou serviço, saiba que fazer uma simulação de consórcio  é fundamental para garantir um serviço de confiança e qualidade.

Portanto, para conhecer mais sobre o assunto e entender a importância em fazer uma simulação antes do contrato, confira as informações a seguir!

O que é uma simulação de consórcio?

A simulação de consórcio é o momento do cliente avaliar qual é o melhor plano, o valor da carta de crédito e a quantidade de parcelas que ele pretende pagar.

Um ponto-chave na simulação é a possibilidade do cliente mensurar quanto pode pagar por mês e, a partir dessa informação, definir o valor que contratará e a quantidade de meses.

Como funciona a simulação de consórcio?

É bastante simples: acessando o site da Embracon, basta selecionar o bem que interessa — imóvel, automóvel, motocicleta ou serviço. Em seguida, escolher entre o valor do bem (ou da carta de crédito) ou o total mensal que pretende pagar.

Se selecionar o valor do bem, você receberá diversas opções de pagamentos. Na Embracon, há planos de 20 a 180 meses, dependendo do item escolhido.

Ao optar pelo valor da parcela, também receberá informações sobre carta de crédito de valores diferentes e os planos de pagamento para ela.

O que esse cálculo considera?

Em um consórcio, o cotista paga uma quantia mensal definida em contrato. O valor é estabelecido por meio de 4 elementos:

  • fundo de reserva;
  • fundo comum;
  • seguro;
  • taxa de administração.

Dessa forma, a simulação considera cada questão no formato que você pode conferir a seguir.

Fundo de reserva e seguro

O fundo de reserva, como o próprio nome sugere, corresponde a um capital para ser utilizado em situações emergenciais e é calculado com base no valor total do bem.

Já o seguro corresponde a uma espécie de seguro de vida ou quebra da garantia. Veja como funciona:

  • seguro de vida: atende às cartas de créditos em caso de morte de um cotista;
  • quebra da garantia: relacionada com a contemplação do participante, de modo que possa assegurar o pagamento de todas as mensalidades mesmo após a retirada do bem.

No entanto, o fundo de reserva e o seguro não são itens obrigatórios para compra de toda e qualquer cota. O valor só será cobrado se estiver estipulado por contrato e você concordar com isso. Ou seja, além de você ser previamente comunicado, os serviços não podem ser incluídos após a contratação.

Fundo comum e taxa de administração

O fundo comum é, basicamente, o valor total que deve ser recolhido mensalmente para que as cartas de crédito sejam sorteadas e distribuídas. O cálculo é muito simples: divide-se o valor total do bem ou serviço a ser adquirido pelo número de meses de duração do grupo.

A taxa de administração diz respeito à taxa cobrada pela administradora, que recebe pelos serviços prestados em relação à gestão do grupo. O valor deve ser pago mensalmente.

Taxa de adesão

A taxa de adesão pode ser cobrada de alguns participantes ao iniciarem um grupo, no ato de assinatura do contrato.

Caso isso aconteça é preciso descontar esse valor da taxa de administração. Caso a empresa não consiga fechar o grupo em 90 dias, deve devolver a quantia cobrada.

Por que fazer uma simulação de consórcio?

Ao fazer uma simulação, o interessado no consórcio consegue compreender que essa modalidade cabe no bolso. Além disso, ele também compreende que pode programar um pagamento de longo prazo sem ter medo de lidar com altas taxas de juros durante o plano.

O consórcio é uma opção muito vantajosa para quem está programando a compra de um bem e pode aguardar o sorteio. Também é uma boa opção para quem tem parte do valor do bem, pois essa reserva pode ser utilizada para ofertar um lance e adquirir o bem mais rapidamente.

A simulação de consórcio promove vários outros benefícios, como:

  • auxiliar o indivíduo interessado a encontrar os melhores planos e condições de acordo com as suas necessidades;
  • planejar as suas finanças de acordo com a duração do grupo, valor das parcelas e o reajuste delas;
  • ao ser realizada pela internet, permite que o interessado tome uma decisão sem precisar se deslocar até a administradora ou passar horas ao telefone — o contato acontece no momento em que ele quiser;
  • traz segurança para a tomada de decisão, uma vez que é possível saber o que será contratado;
  • permite que o interessado conheça as mais diversas opções oferecidas;
  • a simulação online e personalizada traz ainda mais comodidade e segurança para o interessado.
faça-um-consórcio
Simule um consórcio

Como fazer uma simulação de consórcio?

A simulação pode ser feita no site www.embracon.com.br, mas também é possível procurar um consultor de vendas, que fará a simulação pelo cliente oferecendo os mesmos planos e prazos.

O que analisar em uma simulação de consórcio?

Ao fazer uma simulação de consórcio é importante estar atento para o prazo do grupo. No caso de consórcio imobiliário, que costuma ter um valor bem maior em relação às outras cartas de crédito, é necessário analisar:

  • se o cotista não tiver valores para ofertar lance, deve avaliar se a carta de crédito será suficiente para comprar o imóvel que deseja daqui a alguns anos;
  • se a parcela se adéqua ao orçamento — o ideal é não comprometer mais de 30% dos ganhos com o consórcio;
  • se o prazo escolhido é compatível com a sua necessidade;
  • se o bem escolhido, depois de contratado o plano, pode mudar de categoria.

O resultado da simulação pode ser usado para fazer uma análise em relação ao valor investido em um financiamento ou empréstimo. No entanto, temos certeza que você vai perceber que o consórcio é a maneira mais vantajosa de programar a aquisição de um bem ou serviço!

Simule e contrate a carta de crédito da Embracon, uma das 5 maiores administradoras de consórcios do Brasil! Você pode fazer isso pela internet. Não perca mais tempo!

2 Comentários

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Braz! Vi que conversamos pelo Facebook também. Se quiser, me passa seus dados por lá e nossa equipe comercial te liga. Abraço. 😉

Escreva um comentário