Para quem busca um investimento confiável e a vantagem de compras planejadas, é fundamental conhecer os segredos sobre consórcios

O Consórcio é uma das modalidades de crédito que mais ganha espaço no mercado brasileiro, principalmente pelo momento de crise que o país vive.

Os consumidores buscam formas de adquirir os seus bens com mais planejamento. Assim, fogem das altas taxas de juros do mercado, cobradas principalmente nos empréstimos e financiamento bancários.

Os clientes que optam por um consórcio também estão dispostos a adquirir os seus bens o mais rápido possível. Por esse motivo, lances e sorteios são atrativos dessa modalidade de compra. Essas são formas eficientes para antecipar a contemplação e pegar a carta de crédito.

Está em busca de respostas sobre como participar de um consórcio e ser contemplado? Então, esse texto esclarecerá todas as suas dúvidas.

Como funciona o consórcio

O consórcio é um investimento a médio e longo prazos que permite  ao cliente se programar para adquirir um bem.

Na prática, o consórcio beneficia o consumidor que tem o perfil de poupar e beneficia aqueles que conseguem se organizar financeiramente para fazer as suas aquisições.

Um consórcio é uma forma de poupança feita em grupo, em que várias pessoas que têm o mesmo objetivo de compra.

O valor da carta de crédito, somando as taxas administrativas de contratos, é dividido de acordo com o número de parcelas que os clientes querem pagar. Assim, as prestações fixas são calculadas.

Por que é uma boa opção

O consórcio é uma boa opção para as pessoas que se organizam financeiramente e preferem planejar as suas compras, em vez de agir por impulso.

Na prática, funciona para quem é bom poupador e se prepara para assumir as prestações mensais . Além disso,  também pode fazer uma reserva de dinheiro mensal para realizar lances e antecipar a contemplação da carta de crédito.

Para você entender as vantagens do consórcio, separamos algumas situações que ilustram as diferenças na prática.

Planejamento para uma compra segura

O consórcio é a melhor opção de compra para quem planeja adquirir um bem em médio e longo prazo.

Para isso, é preciso ser organizado financeiramente para fugir dos pagamentos de juros altos dos empréstimos e financiamentos, por exemplo.

O cliente que adquire um consórcio não é movido por impulso e nem busca a aquisição imediata de um bem.

Flexibilidade de perfis

As opções de consórcio podem se enquadrar com o seu perfil. É preciso decidir qual o valor da carta de crédito e o tempo de pagamento, de acordo com as possibilidades dos grupos que são formados ou estão em andamento.

Sem valor de entrada

No caso do consórcio de carro, você não precisa pagar um valor de entrada pelo veículo, como ocorre com o financiamento.

Ao final do consórcio, a carta de crédito dará a você o valor total para pagamento à vista do automóvel. O mesmo vale para imóveis e para os serviços!

A contemplação

A contemplação é o momento que todo cliente que participa de um grupo de consórcio aguarda. É a liberação da carta de crédito para aquisição do bem desejado pelo consumidor.

Para ser contemplado e ter acesso ao crédito, há duas possíveis vias ao longo do período de contrato: os sorteios mensais e os lances.

Ao final do mês em exercício, a administradora informa aos participantes do grupo qual deles foi contemplado pela sorte e qual foi o maior lance, que também dá direito à aquisição da carta de crédito.

Para ajudar você a entender claramente como funcionam essas possibilidades de contemplação, detalhamos cada uma delas a seguir. Acompanhe!

Sorteio

As oportunidades de contemplação são iguais para todos os participantes do grupo. A forma mais simples para alcançar a carta de crédito é o sorteio, realizado mensalmente, no qual um dos participantes é contemplado.

O sorteio segue a partir de 2 principais números — um referente ao grupo e outro à cota.

Para a realização desse processo de contemplação são utilizadas, em sua maioria, bolinhas numeradas colocadas dentro de um globo giratório, semelhante ao que se vê nos bingos.

As bolas são o número de participantes. O sorteio definirá um dos integrantes do grupo que será contemplado com antecipação da carta.

Mas, fique atento às parcelas! Somente os clientes que estão com pagamento em dia podem participar desse sorteio. É vetada a participação de inadimplentes na assembleia, como forma de valorizar os clientes que estão cumprindo suas obrigações.

Lance

Na prática, o lance funciona como uma antecipação das futuras parcelas do seu consórcio. O cliente oferece uma quantia superior à sua prestação mensal  à administradora como forma de antecipar a contemplação.

Entretanto, o cliente precisa estar atento e não oferecer um lance que ultrapasse o valor das prestações que ainda vão vencer. Isso porque, se a oferta for aceita,  o valor é descontado do restante devido.

Via de regra, as administradoras expressam no contrato um lance fixo, ou seja, o mínimo que pode ser ofertado pelos clientes para a possível aquisição da carta de crédito.

Os valores propostos pelo cliente devem ser superiores ao fixado pela administradora, e o maior valor ofertado é o vencedor.

Lance livre

Mensalmente, o cliente tem a possibilidade de informar a administradora do contrato que deseja dar um lance para a contemplação.

Essa solicitação deve ser feita antes do sorteio mensal, e o consumidor precisa dizer qual o valor de lance será feito.

Ao final do mês corrente, a administradora comunica a todos os participantes do grupo da contemplação. São divulgados os nomes dos clientes contemplados por sorteio e pelo lance. O valor também é publicado para que todos os participantes possam analisar as suas possibilidades para o próximo mês.

Lance fixo

São os valores previamente fixados em seu contrato de consórcio que, via de regra, são de 25%, 30% ou 50% do valor da carta de crédito.

Eles podem ser dados como lance para a contemplação antecipada do cliente.

O lance fixo beneficia o consumidor que consegue poupar mais que o pagamento mensal das parcelas do consórcio. Fazendo uma reserva financeira, é possível aumentar as chances da aquisição antecipada da carta de crédito.

Lance embutido

O lance embutido possibilita que o consorciado use uma parte do valor da carta de crédito como lance. Ele favorece o consumidor que busca um bem com um valor menor do que o inicialmente planejado. Esse tipo de lance é permitido para consórcio de carro, imóvel e serviços.

Na prática, o cliente utiliza parte da carta de crédito para pagar a sua contemplação.

Por exemplo, o consórcio é de R$ 30 mil e o consumidor dá um lance de R$ 10 mil. Se contemplado, ele receberá uma carta de crédito no valor de R$ 20 mil, já que o dinheiro do lance está embutido no valor final.

Lances com recursos do FGTS

No caso de consórcios para imóveis existe uma opção a mais para alcançar a contemplação. Se você trabalha há muitos anos na mesma empresa ou possui uma boa reserva de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), ela também pode ser utilizada como lance.

As cláusulas que regem essa opção de lance estão descritas no seu contrato de consórcio. Porém, você pode procurar uma das agências da Caixa Econômica para atualizar o seu saldo e se informar sobre os procedimentos quanto à utilização do FGTS.

A confirmação da contemplação

A confirmação dos nomes dos contemplados acontece depois da assembleia mensal com os participantes do grupo.

Ao receber a informação sobre a contemplação, o cliente deve informar à administradora como será utilizada a carta de crédito. É preciso dizer se será para aquisição de um automóvel, imóvel, bens ou serviços, já que é preciso emitir a carta de acordo com a sua finalidade.

A documentação necessária

Após informar a administradora sobre a utilização da carta, o cliente precisa reunir uma série de documentos. Eles serão avaliados e, quando aprovados, o crédito será concedido.

Da mesma maneira que as demais formas de liberação de crédito, os documentos são a comprovação da operação financeira.

Aprovação e pagamento

De posse da documentação do cliente, a administradora faz a análise e a liberação do crédito. É nesse momento que o consorciado tem acesso à carta de crédito que lhe garante a aquisição do bem ou serviço.

É importante lembrar que, para a aprovação do crédito, o cliente não pode estar com o nome sujo. Portanto, se você busca a antecipação da sua contemplação, fique de olho também nos seus compromissos financeiros, para que essa transação não seja invalidada.

12 segredos sobre consórcios para ser contemplado mais rápido

Quando o cliente busca essa forma de crédito, ao mesmo tempo em que assume o prazo do investimento, também tem a esperança de ser contemplado no consórcio antecipadamente, para poder adquirir o produto que deseja.

Natural que seja assim. Nesse período, com  boa organização, é possível melhorar as chances de alcançar a contemplação antecipadamente.

Se você pensa nessa possibilidade, confira alguns segredos que vão ajudá-lo a colocar a mão na sua carta de crédito antes do prazo final do contrato.

1. Não erre na hora do lance, escolha o valor certo!

Você conhece os jogos de estratégia? Alcançar o lance ideal para ser contemplado antes do final do contrato do consórcio requer esse tipo de atenção e detalhe.

Todos os meses os clientes podem oferecer lances com valores acima da prestação, e aquele que tiver o maior lance leva a carta.

Mas, não se preocupe, se não for você o contemplado, você pagará o valor regular da parcela.

A estratégia para ajudar a sua sorte é observar os valores que anteriormente foram dados e alcançaram a contemplação. Se estiver dentro das suas possibilidades financeiras, faça uma proposta um pouco mais alta. Possivelmente, a carta pode ser sua na próxima tentativa.

2. Fique de olho no calendário, acerte a época do lance!

Organize-se financeiramente para programar os seus lances livres e fique de olho nas datas — em novembro e dezembro, por exemplo, os clientes recebem as parcelas do 13º salário.  Assim, são meses em que a concorrência fica mais acirrada. .

Prepare-se para esse momento! Se conseguiu realizar uma reserva financeira, aposte em um lance alto. Mas, se tiver a possibilidade de fazer a sua proposta fora desse período comemorativo do ano, você poderá ter ainda mais sucesso!

3. Não faça sempre o mesmo lance, aposte em outros tipos!

Não se limite aos lances livres. Ainda mais com tantas possibilidades. Estude a possibilidade de utilizar as opções de lance embutido ou fixo, onde o percentual da carta de crédito determina o valor que você fará a sua proposta.

Essa estratégia pode ser um negócio interessante se você tem pressa para adquirir a sua carta de crédito e está disposto a arcar com essa diferença na hora da aquisição do seu bem.

Esses lances costumam ser menos concorridos porque, além de mais burocráticos por seguir as regras determinadas pela administradora do contrato, têm valores mais altos do que os comumente lançados na modalidade de oferta de valor livre.

4. Analise bem o perfil do grupo e seu lances

Pesquisas de mercado revelam que, nos últimos anos, uma grande parcela da população tem substituído as compras por impulso pelo planejamento financeiro.

O consórcio ganhou espaço entre as modalidades de crédito e tornou-se um investimento interessante para quem planeja a aquisição de bens e serviços. Mas, não imediatos e, sim, em médio e longo prazos.

Com isso, não importa a classe social. Qualquer pessoa pode integrar um grupo de consórcio, apenas adquirindo o direito de participar desse contrato. O perfil financeiro dos participantes varia bastante. Por isso, o consorciado precisa estar atento aos movimentos dos demais integrantes.

Logo, vale avaliar o posicionamento dos outros clientes diante do grupo, os valores médios que são oferecidos como lance. Dessa forma, você terá um valor potencial para levar a contemplação no final do mês.

5. Estude o comportamento dos participantes nos primeiros meses

Alcançar a contemplação antecipada do consórcio faz parte de um planejamento financeiro eficiente do cliente.

Como você pode comprar uma cota para fazer parte do grupo, mesmo que o contrato dos demais participantes já esteja em andamento, ao se integrar no consórcio analise os lances e as propostas realizadas pelos outros clientes.

6. Planeje bem suas finanças

Coloque todas as suas contas na ponta do lápis! Se você tiver a possibilidade de poupar um valor maior para destinar ao pagamento do consórcio, isso facilitará para você alcançar uma quantia mais alta para o seu lance.

Ao assumir uma parcela de consórcio, não comprometa mais que 30% da sua renda.

Tenha um respiro mensal no seu orçamento, para que você possa criar as suas reservas financeiras. Planejar a destinação dos recursos mensais do seu salário é uma forma de entender quais são os gargalos em que você pode estar deixando de poupar ou investir no que você deseja.

7. Não atrase o pagamento das parcelas

Essa é uma regra básica para quem faz consórcio! Se você não estiver em dia com as prestações do seu contrato, automaticamente fica excluído do sorteio mensal de contemplação da carta.

Isso não parece muito olhando de fora, mas para quem paga um consórcio, a aquisição da carta de crédito é o objetivo final.

Por outro lado, se não tiver condições de pagar mais o seu consórcio, você não perderá tudo. Você recuperará o valor acumulado no fundo comum ao longo do Grupo.

8. Escolha o tipo de lance de acordo com sua renda

Na hora de alcançar a contemplação antecipada da sua carta de crédito, você precisa usar as suas reservas financeiras e não comprometer a sua renda.

Por isso, analise as possibilidades que você tem de pagar parcelas mais altas do que está pagando. Com isso você irá conseguir fazer uma poupança, que pode ser utilizada para uma proposta de lance.

Atenção às finanças. Organização financeira é a alma desse negócio, então não assuma uma prestação de consórcio que fique pesada no seu bolso. Assim você conseguirá, além de pagar a sua prestação, juntar um dinheiro extra para tentar a sua contemplação antecipada, melhorando ainda mais as condições do consórcio.

9. Oferte lances em datas comemorativas

As datas comemorativas são simbólicas para excelentes negociações.

Fique de olho em promoções ou ações especiais da empresa administradora do contrato para a quitação antecipada ou lances específicos. Isso pode ajudar você a atingir os seus objetivos de pegar a carta de crédito mais cedo do que você imagina.

10. Dê lances entre 20% e 50% do valor total do bem

Anteriormente, você leu que ao adquirir uma cota em um grupo de consórcio, é preciso analisar a saúde financeira dos demais participantes. Observe os valores que são dados como lance e, até mesmo, quais são os contemplados de cada mês.

Com esse panorama sobre o seu grupo, junte dinheiro ao longo dos meses e faça uma reserva paralela com o objetivo de alcançar a sua carta de crédito. Assim, não precisará contar exclusivamente com a sorte, ainda nos primeiros meses.

Esteja preparado para um lance alto. Junte até 50% do valor total do seu consórcio e dê um lance certeiro.

11. Escolha uma boa administradora e o melhor plano para você

Ao decidir por uma cota em um consórcio, você precisa buscar referências no mercado sobre a administradora do contrato.

A Consorciadora precisar ser autorizada pelo Banco Central a trabalhar com o fim específico de administração de consórcio.

É importante saber da idoneidade dessa empresa, pois ela é a responsável por gerir o dinheiro que os integrantes do grupo pagam mensalmente a fim de obter a carta de crédito ao final do contrato.

Diante das diversas possibilidades de mercado, analise as suas condições financeiras e escolha o plano adequado aos seus objetivos.

Defina o prazo de pagamento e o valor mensal das prestações, para que não sobrecarregue o seu orçamento, inviabilizando que você fique em dia com as quitações da sua parcela. Ou, até mesmo, que você não consiga poupar um pouco mais para dar lances ao longo do contrato a fim de antecipar a sua contemplação.

12 . É totalmente confiável

O consórcio é um investimento confiável e bastante procurado pelos clientes que têm um perfil poupador. A organização financeira e as prestações fixas, sem juros. Isso permite aos consumidores adquirir seus bens por valores mais justos.  Além disso, o valor da carta de crédito é atualizada a cada aniversário, acompanhando a evolução do preço do bem ou serviço.

Por isso, o consórcio ganha espaço e os diferentes grupos que são formados atendem a uma grande parcela da população.

Você gostou deste texto com alguns dos segredos sobre consórcios? Então, assine a nossa newsletter e receba as nossas atualizações direto na caixa de entrada do seu e-mail.

Leia também:

Saiba o que pode acontecer se você atrasar a parcela do consórcio
Consórcio ou poupança: saiba as diferenças e como escolher

2 Comentários

  1. Cleusa da Costa Oliveira Responder

    Eu tenho um córcio da Embracon, e posso garantir que é tudo enganação, pago faz mais de 10 anos, o vendedor prometeu muntos e fundo e vendeu e depois sumiu, depois de muitas tentativas de ligações na embracon com atendentes passando informações incorretas, hoje só falo com a embracon por email, mas mesmo assim cada vez os atendentes passam um tipo de informação diferente.
    isso não é investimento eu jogo meu dinheiro fora todos mes e não tenho nada de retorno, infelizmente só decepções, desiluções, é a pior empresa que já vi, não entendo como as leis brasileiras permitem uma empresa como essa operar no mercado.

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Cleusa! Sinto muito que se sinta assim, não compactuamos com quaisquer informações que sejam divergentes de nosso contrato. Estamos a disposição para esclarecimentos, por isso, peço gentilmente que entre em contato com nossa central de atendimento pelo 0800 889 0999 ou 4003 9999, para que possamos orienta-la.

Escreva um comentário