São muitas variáveis a se considerar na hora de adquirir um bem. Planejar essa aquisição para um futuro em médio ou longo prazo requer disciplina e convicção do que você realmente deseja.

No entanto, sempre existe aquela dúvida de como alcançar o objetivo ou realizar um sonho.

Entrar em um consórcio tem se mostrado uma maneira eficiente e bem prática de conseguir alcançar suas metas. Afinal, já são mais de 5 milhões de brasileiros ativos nessa modalidade de compra programada.

É preciso ter cuidado, pois não é qualquer empresa por aí que merece a sua confiança. É necessário fazer uma análise mais apurada.

Neste artigo, vamos abordar o que deve ser levado em consideração na hora de adquirir uma cota de consórcio e garantir a segurança de um ótimo negócio. Acompanhe!

1. Certifique a credibilidade e regularidade da empresa

Para ter certeza de que a empresa que administrará seu investimento é capacitada, você precisa tomar alguns cuidados.

Para começar, é preciso fazer uma consulta junto ao Banco Central (Bacen), que é o órgão que fiscaliza e regulamenta o Sistema de Consórcios do Brasil. Lá, você verifica se a empresa está autorizada pelo órgão a funcionar como administradora de consórcios.

O próprio Banco Central informa mensalmente um ranking das administradoras que mais têm problemas com seus consorciados no país.

Dessa forma, você já pode atestar se a empresa tem uma boa reputação no mercado e se tem o respaldo dos seus clientes.

faça-um-consórcio
Simule um consórcio

2. Conheça a fundo a história da empresa

É muito comum surgirem empresas com propostas de consórcios sem muita tradição no negócio.

Ao analisar a instituição, verifique sua história. Veja há quanto tempo ela atua no mercado e converse com pessoas que já compraram consórcios dessa empresa.

Geralmente empresas de tradição no ramo mantêm grandes montadoras e negócios tradicionais no mercado como parceiros, dispondo de equipes para comercializar os consórcios e vender seus produtos.

3. Veja se o vendedor é autorizado

Ao negociar uma cota de consórcio, preste atenção nas informações que o vendedor traz para você.

Analise se ele tem amplo conhecimento das regras vigentes do produto que está vendendo e certifique-se de que está devidamente apto a comercializar pela empresa administradora ou por um agente autorizado.

Duvide de promessas de lances muito baixos ou até de contemplação garantida. A seriedade do negócio está em informar corretamente sobre como funciona um consórcio.

4. Tenha informações sobre o produto e os valores do negócio

Leia atentamente o contrato e tenha em mãos todas as informações sobre os produtos que pretende adquirir — forma, tamanho, marca e modelo.

Procure saber sobre os prazos, possíveis reajustes e os tipos de parcelas — lineares ou decrescentes.

Conheça todos os valores vigentes do contrato. É comum, por exemplo, as administradoras cobrarem uma taxa de administração. A sua cobrança é livre e varia de acordo com cada administradora.

Outro valor cobrado e muito comum é o fundo de reserva, que serve para cobrir casos de inadimplência que ocorrerem durante a vigência do grupo de consorciados. É uma espécie de proteção que, ao final, se houver saldo desse fundo, é rateado entre os participantes.

5. Faça um planejamento financeiro

Conhecer sua capacidade financeira para assumir um compromisso com você mesmo é muito importante. Ter esse controle ajuda a evitar frustrações e desequilíbrios no orçamento de casa.

Você precisa estar ciente de que o consórcio é uma compra programada. Logo, a pressa não é uma virtude para quem compra um consórcio.

Essa é uma forma de conquistar aquele sonho de consumo sem dispor de pagamentos exorbitantes de juros e ter esse sonho realizado a qualquer momento com os sorteios mensais.

Além disso, é possível ofertar um lance e já ser contemplado. Planejamento, nesse caso, é a palavra-chave para o sucesso.

6. Saiba mais sobre a solidez e a credibilidade que geram segurança ao consorciado

A Embracon está há 30 anos no mercado e é uma das maiores e mais conceituadas empresas de administração de consórcios de automóveis, motos e imóveis do Brasil.

Com mais de 120 unidades e 600 parceiros espalhados pelo país, ela possui uma das mais diversificadas gamas de produtos e serviços.

É considerada, segundo a revista Exame, uma das melhores empresas para se trabalhar. Pelo jornal Valor Econômico, foi eleita em 2016 uma das melhores em gestão de pessoas.

É uma empresa socialmente responsável. Com um engajamento social amplo, é atuante em diversos programas de responsabilidade social.

A Embracon está devidamente registrada no Banco Central e é membro da ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio).

7. Conheça as vantagens de entrar em um consórcio da Embracon

O consórcio possibilita manter seu poder de compra, mesmo com o passar do tempo.

A sua carta de crédito sempre será atualizada à medida que ocorrem os reajustes das parcelas. Com a cota contemplada, você tem total liberdade de escolher o automóvel, a moto ou o imóvel.

No caso de imóvel, você pode utilizar seu saldo no FGTS para dar um lance ou amortizar, liquidar o saldo ou antecipar parcelas.

Você pode optar por adquirir um carro com planos que variam de 50 até 120 meses para pagar. São distribuídas até 4 contemplações por mês, sendo uma por sorteio e outras três por lances. No caso de automóveis, é possível ofertar o seu usado para propor um lance!

simule-um-consórcio-de-imóvel
Realize o sonho da casa própria com o consórcio

Também para imóveis

Já com os imóveis os prazos são maiores, indo até 180 meses, com duas contemplações por mês, em média. Você ainda pode utilizar a carta de crédito para adquirir um imóvel novo ou usado, construir ou reformar, e até mesmo comprar um imóvel na planta.

Se você fez um financiamento bancário para adquirir um imóvel, pode utilizar a carta de crédito para quitar as parcelas dessa modalidade.

Para quem precisa garantir bem-estar e segurança da família, entrar em um consórcio tem sido, por anos, uma opção muito rentável e eficiente – ainda mais quando se tem a garantia da entrega do bem de uma empresa que, desde 1988, ajuda a realizar o sonho de milhares de pessoas em todo o país.

A Embracon se preocupa com a saúde financeira dos consorciados, para não prejudicar o grupo. Além disso, mantém mais de 120 mil clientes ativos.

Dessa forma, você pode garantir a troca de um carro, a compra de um imóvel novo ou o aumento do seu patrimônio de forma segura.

Agora que tem acesso a essas informações importantes, entre em contato conosco para que possamos encontrar uma solução perfeita para você!

9 Comentários

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Leonardo! Tudo bem?

      Seguimos as seguintes regras de aceite:

      Automóveis e Caminhões:

      – Até cinco anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota;
      – De 6 a 7 anos de uso: O valor do bem deve ser 20% superior ao saldo devedor da cota
      – De 8 a 10 anos de uso: O valor do bem deve ser 30% superior ao saldo devedor da cota
      – Acima de 10 anos: O veiculo não é aceito como garantia

      Motocicletas:

      – Até dois anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota;
      – Até 3 anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota e devem restar 3 anos para quitação da cota;
      – Acima de 3 anos de uso: O bem não é aceito como garantia.

  1. Boa noite ! Se eu quiser uma moto mais antiga eu não consigo usar a carta de credito ?

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Marco! Para que seu faturamento seja aprovado, deve se enquadrar nas seguintes regras de aceite:

      Motocicletas:

      – Até dois anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota;
      – Até 3 anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota e devem restar 3 anos para quitação da cota;
      – Acima de 3 anos de uso: O bem não é aceito como garantia.

  2. Milton F Nunes Responder

    Para utilização da cota para aquisição de veículo é necessário fiador, ou há casos em que há necessidade desse personagem?

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Milton! Tudo bem? Caso seja necessário garantia complementar, será solicitado após a contemplação com a analise de seu perfil diante do mercado! Mas, nem sempre é solicitado.

  3. Milton F Nunes Responder

    Para utilização de cota para aquisição de veículo é necessário fiador ou em algum momento há necessidade desse?

  4. patricia vieira irber Responder

    boom dia.
    eu tenho um consorcio parado a mais de 2 anos, e ainda nao recebi meu dinheiro de volta. quais os procedimentos para regularizar isso ?

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Patricia! Precisamos saber como está o andamento de sua cota, por isso, peço gentilmente que ligue em nossa central de atendimento pelo 0800 889 0999 ou 4003 9999 para que possam te auxiliar. 😉

Escreva um comentário