Dúvida comum e bastante recorrente entre boa parte das pessoas que estão pensando em adquirir ou trocar de carro: afinal, quais são as vantagens de fazer um consórcio de automóvel?

O ponto a destacar, nesse caso, é que essa modalidade de crédito tem como objetivo proporcionar ao cliente uma compra planejada que o permita realizar os seus desejos de modo seguro, sem interferir na sua saúde financeira.  

Isso, por si só, já é um grande benefício. Porém, comparados com o financiamento, os consórcios apresentam determinados incentivos que os tornam indiscutivelmente a melhor opção de investir em um novo bem.

De qualquer maneira, elaboramos este artigo para mostrar 6 razões para fazer um consórcio de automóvel. Se está em busca de condições que cabem no seu bolso e ainda lhe ajudem a economizar, não perca essa leitura. 

1. Ausência de juros

Situação praticamente impossível de ser encontrada nos financiamentos tradicionais, a ausência de juros é certamente uma das principais vantagens de um consórcio. 

Sim, é isso mesmo: ao optar por esse modelo financeiro, você conseguirá comprar um carro parcelado sem ter que se preocupar com as abusivas taxas de juros do mercado. 

No entanto, cabe salientar que será necessário pagar uma taxa administrativa para a empresa de consórcio. Todavia, os valores são diluídos nas parcelas durante todo o período de pagamento, incidindo em um percentual muito menor do que o dos juros convencionais. 

2. Prazos e parcelas de acordo com as condições do comprador

Outra razão pela qual fazer um consórcio de automóvel é vantajoso: o fato de que os consorciados poderão escolher o valor do crédito, a quantia a ser paga nas parcelas mensais e o prazo do pagamento.

Essa possibilidade permite aos interessados uma compra que se adapte às suas reais condições, não comprometendo o orçamento e facilitando, dessa forma, o cumprimento de todas as suas obrigações financeiras. 

Nesse sentido, a questão a salientar é a diversidade de planos. Você pode comprar o seu carro com um valor de parcela que cabe no seu bolso.

O tempo desejado para quitar o saldo total (número de parcelas) representa o período para o recebimento da carta de crédito, que pode acontecer a qualquer momento após a assinatura do contrato.  

3. Parcelamento integral

Tão relevante quanto os prazos e a ausência de juros é o benefício do parcelamento integral. Tenha em mente que, ao optar por fazer um consórcio de automóvel, o valor do bem será dividido integralmente na quantidade de parcelas que você escolheu pagar. 

Isso significa que, para iniciar um consórcio, você não precisará se descapitalizar com as “temidas entradas” — e é justamente esse aporte inicial que dificulta a vida de muitas pessoas. 

Em resumo, não será preciso desembolsar nenhuma grande quantia para comprar o seu veículo.

Se o orçamento está apertado ou não se quer mexer nas economias guardadas no banco, um consórcio é simplesmente a melhor opção.  

4. Flexibilidade de uso do crédito

A flexibilidade de uso do crédito não poderia ficar de fora dessa lista.

Quando se participa de um consórcio de automóveis, você pode utilizar a carta de crédito para adquirir o carro que quiser, desde que o seu valor de compra esteja em conformidade com o plano de contratação.

Ou seja, se você estiver pensando em comprar um carro no futuro (começando a pagá-lo agora), mas ainda não sabe qual veículo escolher, não há outra alternativa a não ser fazer um consórcio de automóvel. 

5. Poder de compra à vista

Por sorteio ou lance, quando você for contemplado com a carta de crédito, terá poder de compra à vista.

Essa vantagem passa despercebida por muitos, contudo, pode fazer a diferença no momento da compra.

O poder de barganha e negociação de quem tem o dinheiro em mãos para uma aquisição à vista colabora para a melhoria dos preços.

Em poucas palavras, um consórcio também pode ajudar a conseguir um bom desconto.

6. Possibilidade de antecipar os lances

Vamos supor que você queira “acelerar” o recebimento da sua carta de crédito, sem depender exclusivamente dos sorteios. O motivo não vem ao acaso, o mais importante é estar informado de que é possível fazer isso.

Como? Antecipando os lances!

Em termos práticos, esse “movimento” nada mais é do que antecipação das parcelas, que pode ser realizada de duas formas:

  • lance livre, aberto para quem quer ofertar o valor do bem;
  • lance fixo, em que o consorciado pode ofertar 25% ou 50% do valor da carta para adquirir o bem. 

Entretanto, as principais administradoras do país também oferecem uma opção conhecida como “lance embutido”. Aqui, em vez de usar o seu próprio dinheiro para fazer a oferta, você pode oferecer uma porcentagem da sua carta de crédito.  

Para ilustrar, imagine que ela tem o valor de R$ 60 mil, permitindo um lance embutido de 25% (R$ 15 mil). Nesse caso, se houver a contemplação, você estaria recebendo os R$ 45 mil restantes para adquirir o seu automóvel.  

Para concluir, vale ressaltar que os consórcios também são vistos como um investimento, uma espécie de “poupança forçada”. Se engana quem pensa que essa modalidade de financiamento não é recomendada para todos — pelo contrário: qualquer pessoa que queira adquirir um bem (móvel ou imóvel) de maneira planejada pode se beneficiar dessa opção. 

As vantagens são claras e evidentes. Por meio do pagamento mensal das parcelas, o consorciado consegue planejar não apenas o seu futuro, mas se organizar de modo a concretizar os seus sonhos, sem comprometer suas finanças.

Portanto, se você está procurando por melhores condições para comprar um carro, não quer pagar juros e nem dar uma entrada, fazer um consórcio de automóvel é uma excelente escolha. 

Se gostou deste artigo, mas ainda deseja saber mais e conhecer as possibilidades do mercado, entre em contato conosco agora mesmo. Estamos prontos para lhe atender e tirar todas as suas dúvidas! 

Escreva um comentário