O consórcio de automóveis tem se tornado o meio mais vantajoso para comprar esse bem. Isso porque estamos enfrentando um momento de forte restrição ao crédito, uma vez que as instituições financeiras vêm impondo critérios mais rigorosos para liberação de financiamentos de qualquer tipo. 

Nas situações em que tem sido possível contratar algum crédito, os juros envolvidos na transação podem ser abusivos.

Ao ingressar em um consórcio, você pode optar por um plano com parcelas que caibam no seu bolso e, ainda, não arcar com o ônus dos juros.

Neste post, falaremos dessas e outras vantagens, além de esclarecer como funcionam os consórcios.

Como funciona o consórcio de automóveis?

O consórcio, de forma ampla, funciona como uma reunião de pessoas em busca de cofinanciar bens, na proporção de uma unidade para cada consorciado.

Esse agrupamento é organizado por uma administradora que, entre outras coisas, gera os recursos arrecadados e organiza assembleias periódicas para prestação de contas e sorteio das cartas de crédito.

Para que tudo fique mais claro, vejamos como funciona a contemplação: suponhamos que você aderiu a um consórcio de automóveis, com carta de crédito correspondente ao valor de R$ 30 mil, e as parcelas devam ser pagas em até 80 meses.

No valor de sua parcela, constará uma taxa de administração destinada à empresa de consórcio e a proporção relativa ao total da carta de crédito.

A cada mês, no momento das assembleias, você, enquanto consorciado, poderá ofertar lances para ser contemplado e, assim, receber o seu crédito.

Aqui cabe um esclarecimento importante: a carta de crédito pode ser utilizada, única e exclusivamente, para a aquisição de um veículo. O contrato celebrado junto às administradoras costuma deixar bem expressa essa condição.

Isso não significa que você não terá liberdade para escolher as características do bem, como modelo, ano, cor, marca, opcionais etc.

Você deve também ter em vista que, no transcorrer dos meses, suas chances de ser contemplado via sorteio só aumentam.

Ao mesmo tempo, desde que você participe das assembleias, será possível verificar qual o valor médio dos lances vencedores, podendo servir de base para uma futura oferta, caso você pretenda fazer uma.

Quais as principais vantagens de um consórcio de automóveis?

Agora que você já sabe como funciona o consórcio de automóveis, destacamos alguns aspectos que podem ser considerados vantagens. Confira os tópicos a seguir e saiba do que estamos falando.

Preços acessíveis

Como já mencionado, o consórcio de automóveis não cobra juros. Em contraponto aos financiamentos bancários, essa é uma vantagem e tanto, pois os valores cobrados por essas instituições são extremamente onerosos para o comprador.

Como muitas pessoas costumam dizer, ao final do financiamento, em vez de um carro, você terá pagado por dois.

Facilidade de pagamento

Os consórcios de automóveis apresentam grande flexibilidade em se tratando de opções de pagamento. Você pode, por exemplo, optar por planos mais estendidos, com até 80 meses de duração. Ou escolher períodos menores, de 24 ou 36 meses.

Caso aconteça alguma adversidade que comprometa o pagamento das parcelas, você não perderá o valor já investido. As cotas podem ser comercializadas com a própria administradora ou outra pessoa física.

Mais uma vez, você deve conferir as condições estipuladas em contrato, já que cada instrumento pode firmar exigências diferentes para a venda e aquisição de cotas.

Antecipação da aquisição do bem

Como mencionado anteriormente, o instituto do sorteio e do lance pode encurtar o caminho até a conquista de sua carta de crédito.

Com isso, você tem chances de ser contemplado já nos primeiros meses, antecipando a aquisição do bem.

O ideal para quem não quer contar apenas com a sorte é poupar algum dinheiro para viabilizar um lance competitivo no momento das assembleias.

Por algumas modalidades de lance você poderá, inclusive, utilizar um percentual de sua carta de crédito para fazer a oferta. Essa modalidade leva o nome de lance embutido.

Forma eficiente de poupar

Para quem enfrenta problemas para poupar dinheiro ou realizar algum tipo de investimento, o consórcio de automóveis pode ser uma boa alternativa.

Isso porque as condições de pagamento são flexíveis e, quanto mais o tempo passa, maiores são as suas chances de ser contemplado.

Imagine que inicialmente você esteja em um grupo de 400 consorciados. Passados 12 meses, entre lances e sorteios, mais de 50 cartas de crédito podem ser entregues. Com isso, passamos a ter 350 consorciados, sendo que mês a mês esse número só diminui. Assim, você fica mais perto de receber sua carta de crédito.

Como escolher o melhor consórcio?

Como pudemos ver, o consórcio de automóveis é uma oportunidade e tanto! No entanto, como escolher a empresa certa?

Confiança é tudo neste caso. Afinal, você confiará ao consórcio um grande montante de recursos que, certamente, demandou bastante trabalho para ser conquistado.

Dessa maneira, é mais que necessário avaliar a credibilidade da instituição no mercado de consórcios. Estamos falando de questões como:

  • tempo de operação no mercado de consórcio;
  • notificações em órgãos de defesa do consumidor;
  • preços e pacote de serviços.

Você ainda deve dar especial atenção ao credenciamento do consórcio junto ao Banco Central do Brasil.

No site da instituição você poderá conferir se a administradora possui autorização de funcionamento, bem como o ranking das administradoras com o maior número de reclamações.

Frente a todas essas condições e formas de avaliação de um consórcio, a Embracon se destaca no mercado. Em operação desde 1988, a empresa já entregou mais de 550 mil bens e é a administradora oficial das marcas Consórcio Renault, Consórcio Nissan, Consórcio dos Concessionários Peugeot e Consórcio Stara. Uma ótima opção, não é mesmo?

Todas essas montadoras lhe fornecem a garantia de entrega do bem, segundo as previsões contratuais.

Além disso, a Embracon oferece todo o suporte para que o consorciado possa realizar o faturamento do automóvel. Os consultores da empresa lhe darão todo o suporte nessa etapa de concretização de seu sonho.

Gostou do post? Então, entre em contato conosco e confira qual consórcio de automóveis atende as condições que você deseja!

4 Comentários

  1. PEDRO ARAÚJO Responder

    BOM DIA
    GOSTARIA DE SABER SE CASO EU QUEIRA COMPRAR UM CARRO USADO , ATÉ QUANTOS ANOS DE USO ESSE VEICULO PODE TER?

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Pedro! Como vai?

      Automóveis e Caminhões:

      – Até cinco anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota;
      – De 6 a 7 anos de uso: O valor do bem deve ser 20% superior ao saldo devedor da cota
      – De 8 a 10 anos de uso: O valor do bem deve ser 30% superior ao saldo devedor da cota
      Acima de 10 anos: O veiculo não é aceito como garantia

      Motocicletas:

      – Até dois anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota
      – Até 3 anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota e devem restar 3 anos para quitação da cota;
      – Acima de 3 anos de uso: O bem não é aceito como garantia.

  2. Em questão a utilitários van micro ônibus ou ônibus qual o limite de anos de uso?

    • Amanda Goncalves Responder

      Oi, Josimar! Tudo bem?

      Seguimos as seguintes regras de aceite:

      Automóveis e Caminhões:

      – Até cinco anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota;
      – De 6 a 7 anos de uso: O valor do bem deve ser 20% superior ao saldo devedor da cota
      – De 8 a 10 anos de uso: O valor do bem deve ser 30% superior ao saldo devedor da cota
      – Acima de 10 anos: O veiculo não é aceito como garantia

      Motocicletas:

      – Até dois anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota;
      – Até 3 anos de uso: O valor do bem deve ser igual ao saldo devedor da cota e devem restar 3 anos para quitação da cota;
      – Acima de 3 anos de uso: O bem não é aceito como garantia.

Escreva um comentário